Brincadeiras, Astúcia e Vingança

Extraido de “A Gaia Ciência” – Friedrich Nietzsche Contribuição Gustavo Baião 1. CONVITE Experimentem, pois, minhas iguarias, comilões! Amanhã haverão de achá-las bem melhores, E excelentes depois de amanhã! Se quiserem mais – pois bem, minhas sete coisas antigas Me darão coragem Para fazer sete novas. 2. MINHA FELICIDADE Depois de estar cansado de procurar … Continuar lendo Brincadeiras, Astúcia e Vingança

Formas Pensamentos

Por Kenio Nogueira, extraído “Abracadabra da Vida” Às vezes me perguntam Por que eu escrevo É que com os olhos tudo vejo Ponho pra dentro… E com palavras Solto um alento Aquilo que sinto faz palpitar o coração Forma um pensamento O pensamento faz vibrar o órgão Que me da discernimento Aos poucos…entendo Com o … Continuar lendo Formas Pensamentos

Que porra de verdade é essa?

Por Adriano Amaral Acho importante esclarecer, essa tal e famosa “verdade” tão apregoada e repetida Como que usando o nome de Deus em vão… Fui alvejado recentemente por uma série de “verdades”, transfiguradas de mentira… Que porra de verdade é essa? Onde ela anda que ninguém vê? E ainda assim todo mundo se arroga a … Continuar lendo Que porra de verdade é essa?

Noites Aghartinas

Por Adriano Amaral, 20/09/2021 – Dia da Apoteose Numa dessas noites, nos rincões mato-grossense  Onde as estrelas anunciam sua chegada Os auspiciosos marcianos, impulsionando a criação Só os arianos loucos sabem, o poder de Marte sobre eles Um rio, uma praia, rio das Mortes e das Vidas, vidas bem vividas Um banho, um trago, um … Continuar lendo Noites Aghartinas

LA PIEL

LA PIEL, Bertolt Brecht Extraído de Poesia del Toro de Barro LA PIEL, Bertolt Brecht La piel, de no rozarla con otra piel se va agrietando Los labios, de no tocarlos con otros labios se van secando. Los ojos, de no mirarse con otros ojos se van cerrando. El cuerpo, de no sentir otro cuerpo … Continuar lendo LA PIEL

Loucos ou Poetas?

Por Marcelo Zocchio Ela entrou, deitou-se no divã e disse: “Acho que estou ficando louca”. Eu fiquei em silêncio aguardando que ela me revelasse os sinais da sua loucura. “Um dos meus prazeres é cozinhar. Vou para a cozinha, corto as cebolas, os tomates, os pimentões _é uma alegria! Entretanto, faz uns dias, eu fui … Continuar lendo Loucos ou Poetas?